fbpx

A rota dos alimentos em uma cozinha profissional

Publicado em 16 . 08 . 2018

De forma simples e objetiva é possível compreender as diferenças entre a rota tradicional do alimento em uma cozinha profissional e a rota sustentável, bem como os impactos de cada escolha para o meio ambiente e para as empresas.

 
Assim como em qualquer outro negócio, o objetivo principal de uma cozinha profissional é gerar lucro. Claro que há ainda uma série de outros objetivos secundários envolvidos, como o foco em minimizar os impactos econômicos com o desperdício de alimentos, por exemplo, contribuindo diretamente para elevar a margem de lucro organizacional.
Mas com a tendência de que cada vez mais as cozinhas profissionais se tornem também sustentáveis, os gestores e equipes do setor têm voltado maior atenção para as alternativas de gestão dos resíduos com foco na redução do impacto para o meio ambiente e para a economia corporativa.
Para que seja possível entender essa lógica, a Eco Circuito preparou um infográfico que mapeia a trajetória dos resíduos de alimentos de uma cozinha profissional, desde as principais fontes geradoras até os impactos ambientais e socioeconômicos de cada modelo – o tradicional e o sustentável.
O material mostra ainda cada fase do ciclo de destinação dos resíduos e alternativas possíveis de destinação, desde os aterros sanitários, passando pela coleta seletiva, compostagem e biodigestores, apoiando o ciclo fechado de consumo de água e eficiência energética para gerar retorno à organização e valorizar o alimento em sua totalidade.
O acesso ao material é gratuito e pode ser feito através deste link.

O que procura?

Seja um membro