fbpx

Como são ‘Edifícios Saudáveis’ e por que fazem bem às pessoas

Publicado em 16 . 01 . 2019

Eleonora Zioni | Asclépio Consultoria

Resumo da Palestra 

 

Em maio de 2019, tive a oportunidade de conhecer pessoalmente as linhas de pesquisa multidisciplinar, os pesquisadores especialistas e as várias implicações dos edifícios serem ou não saudáveis. O tema ‘edifícios saudáveis’ tem sido pesquisado pela Harvard University desde 2014, resultando em várias publicações científicas, cursos e matérias citadas nas principais mídias como Wall Street Journal, Harvard Business Review, National Geographic, Time, NPR, Newsweek, Washington Post, e Fortune
O grupo “For Health” da Escola de Saúde Pública de Harvard tem analisado diversos edifícios como escolas, escritórios, casas, aviões e hospitais para compreender os riscos à  saúde devido a exposição a vários componentes químicos, biológicos, físicos e
radiológicos que causam stress aos seres humanos. Os ambientes construídos causam impactos positivos ou negativos em como as pessoas se sentem e como podem desempenhar suas atividades diárias.
A ‘genética’ dos edifícios é a forma de abordagem integrada e holística que considera a totalidade dos diversos fatores que influenciam a qualidade do ambiente construído e as consequentes reações na saúde ou doença das pessoas. Serão explicados os ‘9 Fundamentos do edifício saudável’ que permitem compreender detalhadamente como projetar, construir e manter um mbiente em que os usuários se sintam bem e possam viver de maneira mais eficiente e agradável. Devido à complexidade do assunto, serão apresentados como acessar os indicadores de performance de saúde os HPI (Health Performance Indicators), termo derivado do KPI (Key Performance Indicator), que são os indicadores chaves de performance nos negócios. Os HPIs são os parâmetros métricos que deverão ser almejados para realmente alcançar um nível mais alto de saúde das pessoas nos ambientes construídos.

A Universidade de São Paulo também está se dedicando a pesquisar os ”edifícios saudáveis’ através da Escola de Saúde Pública e da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP. Os impactos na Saúde Global, na Sustentabilidade e nos Edifícios Assistenciais de Saúde são algumas das linhas de pesquisa que serão apresentadas como cases.

 

GARANTA SUA VAGA

 

 

 

O que procura?

Seja um membro