fbpx

Movimento Wellness: A vez das pessoas

Publicado em 16 . 01 . 2019

Antonio Macedo Filho | EcoBuilding Consultoria

 

Resumo da Palestra

 

O estresse mata. Já se sabe hoje que períodos contínuos e regulares de estresse, combinados com um estilo de vida sedentário, podem de fato provocar morte precoce. Em maio deste ano (2019), o esgotamento profissional, conhecido como “Síndrome de
Burnout”, foi incluído na Classificação Internacional de Doenças da Organização Mundial da Saúde (OMS). Trata-se de um problema que, para além da importância que já toma em relação à saúde pública, tem sido relacionado a prejuízos  ultimilionários para empresas do mundo inteiro. As questões relacionadas ao bem-estar das pessoas, em especial nos ambientes de trabalho, já deixaram de ser, para o mundo corporativo, uma coisa desejável, para ser algo necessário, fundamental mesmo para a sobrevivência das empresas hoje e no futuro. Os conceitos defendidos pelo Movimento Wellness tem levado para as mesas de  reuniões de muitas empresas questões como: a qualidade do ar, da água e da comida servidas aos funcionários, a oferta de programas de incentivo à atividade física, a flexibilidade de horários e locais de trabalho, a oferta de espaços de convívio e relaxamento, dentre outras muitas estratégias que, em seu conjunto, visam promover a saúde, o conforto e o bem estar
das pessoas nos ambientes de trabalho.
Para dar respostas precisas a questões como estas e orientar as empresas na implantação e no contínuo aperfeiçoamento de estratégias de bem-estar para as pessoas, foi criada nos EUA, em 2014, a certificação WELL. Trata-se de uma ferramenta a ser usada para efetivamente se obter indicadores mensuráveis para aferir os impactos que os espaços construídos têm sobre o corpo humano, sobre nossa saúde, comportamento e capacidade de realizar trabalho ou se relacionar com outros. Nas palavras do Sr. Rick Fedrizzi, fundador e CEO por mais de 16 anos do U.S. Green Building Council, entidade criou a certificação de  empreendimentos sustentáveis LEED, mais utilizada em todo o mundo para identificar Green Buildings, e que desde 2016 é CEO
do IWBI (International Well Building Institute), entidade que promove o WELL, “estamos falando da 2ª onda da  sustentabilidade, o próximo passo que todos devemos dar”.

GARANTA SUA VAGA

 

 

 

O que procura?

Seja um membro