fbpx

Qualidade do Ar Interno e Rendimento no Trabalho

Publicado em 16 . 06 . 2020

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) um ser humano adulto vive de 80 a 90% do seu tempo em ambientes fechados. A Organização considera, inclusive, que as concentrações de poluentes em ambientes fechados, dependendo das condições, podem ser maiores do que as concentrações de poluentes em ambientes externos.

A qualidade precária do ar interno de um edifício comercial pode ser um risco à saúde do usuário, pois há a presença de fontes poluentes que podem estar relacionadas às características do prédio, ocupação e utilização, tais como:

  • Ventilação inadequada (sem tomada de ar externo e renovação de ar, com filtragem)
  • Falta de manutenção dos componentes do ar condicionado
  • Condições inadequadas de conforto térmico

 

Alguns sintomas comuns relacionados à baixa qualidade do ar interno são:

  • Irritação de olhos, garganta e nariz;
  • Dores de cabeça;
  • Cansaço;
  • Alergias respiratórias;
  • Tosse e espirros;
  • Congestão nasal;
  • Tontura;
  • Dificuldade de concentração

 

Portanto, a Qualidade do Ar Interno é um dos itens mais importantes quando consideramos o ar condicionado, pois auxilia na prevenção de doenças e garante o conforto dos usuários mantendo as mínimas condições de temperatura e umidade.

Em edifícios comerciais, uma alta QAI proporciona funcionários mais produtivas, taxas menores de absenteísmo e, consequentemente, maior retorno financeiro para empresa e funcionários.

Podemos dizer que um ambiente possui uma boa QAI quando não possui contaminantes (substâncias que não fazem parte do ar atmosférico) acima do limite de concentração recomendado para a saúde e bem-estar dos ocupantes.

O ar condicionado deve ser considerado quando falamos sobre qualidade do ar interno, pois:

  • Ajuda a controlar os níveis de umidade;
  • Realiza a renovação de ar para evitar acúmulo de gases tóxicos, como o gás carbônico por exemplo. Apesar de ser gerado pela respiração o acúmulo desse gás no ambiente pode causar sonolência, dor de cabeça e até desmaios;
  • Possui filtros de ar que reduzem a concentração de poluentes no ambiente interno, como poeira, compostos orgânicos voláteis, bactérias, mofo, etc..

Para garantir o funcionamento correto do ar condicionado e a qualidade do ar interno, deve-se sempre realizar a manutenção preventiva e limpeza correta de filtros, dutos, unidades internas e externas.

A verificação de todos os sistemas de renovação e tomada de ar externo, de maneira que estejam limpas, operacionais, com vazões adequadas, filtros de ar em boas condições, bandejas de condensado limpas e com boa drenagem, ventiladores e serpentinas limpos, e em bom estado, assegura que o ar que respirado no  ambiente fechado está adequado às necessidades das pessoas que circulam em ambientes climatizados.

 

_
por Maria Grigoli, LG Electronics.

 

O que procura?

Seja um membro