fbpx

Sustentabilidade, Atitude e Comportamento

Publicado em 16 . 01 . 2019

Roberto Oranje | Giovanetti Oranje

 

Resumo da Palestra 

 

O desempenho de edifícios verdes pode ser afetado pelo comportamento de seus usuários. Há várias pesquisas sobre este tema, mostrando como, por vezes, a eficiência fica aquém daquilo que foi projetado, e edifícios certificados acabam tendo um desempenho igual (ou até pior) ao de edifícios convencionais. Esta constatação pode se desdobrar em medidas de âmbito social, visando engajar e melhorar a comunicação com o usuário, tornando-o mais consciente do seu papel na eficiência de operação do edifício. Mas pode também se desdobrar numa oportunidade para que os profissionais envolvidos no projeto, produção e operação de edifícios verdes entendam melhor o usuário final, e avaliem as soluções que estão oferecendo a este usuário.
Soluções técnicas não são absolutas e inquestionáveis. Mesmo que implantadas por força de norma, o usuário pode aceitar, ignorar ou até sabotar seu funcionamento na prática. Disciplinar o usuário neste sentido vai depender de comando e controle, o que não parece muito sustentável a longo prazo. E completamente inviável, se nosso foco forem edifícios residenciais.

Para garantir o desempenho que o projeto visa atingir, é preciso entender como pensa e age este usuário. Se perguntado, a maioria responderá que é favorável à sustentabilidade, mas apenas uma parte adota práticas mais sustentáveis. Por exemplo, apoiar a coleta seletiva, mas não (saber como) praticar a separação do próprio lixo. Nossa experiência na área de gestão de edifícios corporativos mostrou que 3 aspectos podem fazer a diferença na percepção e comportamento dos seus usuários: liderança, propósito e visibilidade.

A apresentação vai abordar cases que exemplificam estes aspectos e discutirá a importância desta análise para orientar novos projetos de forma mais efetiva.

 

GARANTA SUA VAGA

 

 

 

O que procura?

Seja um membro